You are currently viewing Visitas familiares presenciais estão liberadas no CSE em Roraima
Foto: Secom-RR

Visitas familiares presenciais estão liberadas no CSE em Roraima

As visitas presenciais aos adolescentes que se encontram no Centro Socioeducativo (CSE) estão liberadas a partir desta semana. A Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social solicitou à Justiça a liberação do acesso dos familiares aos internos e reforça os cuidados com as regras sanitárias, para garantir a segurança de todos.

Dentre as medidas necessárias, acordadas entre a Setrabes e o Juizado da Infância e Adolescência, para ter acesso às visitas, está a comprovação de vacinação contra a covid-19, pelo menos com a primeira dose. Os visitantes terão de apresentar a Carteira de Vacinação ou comprovante digital obtido por meio do aplicativo do Ministério da Saúde Conecte-SUS.

“Todos os que forem admitidos a adentrar na unidade devem passar pelos procedimentos de biossegurança, entre outros, aferição da temperatura, limpeza de sapatos e similares, uso de álcool gel, distância mínima de 1,5 metro das demais pessoas, inclusive dos adolescentes”, recomendou o juiz titular da Vara da Infância e Adolescência, Marcelo Oliveira.

O diretor do CSE, Sheine Castro, destacou que a autorização de visitas presenciais estava sendo aguardada pelos adolescentes e seus familiares, sendo possível após todos tomarem a primeira dose da vacina contra a covid.

“Juntamente com os adolescentes, seus familiares também aguardavam com muita expectativa este momento do reencontro, após um ano de suspensão das visitas presenciais. De forma organizada, estamos comunicando os pais e responsáveis para que compareçam à unidade para as visitas”, informou.

A secretária do Trabalho e Bem-Estar Social, Tânia Soares, ressaltou que, durante este período de suspensão, foram adotados outros procedimentos para que os adolescentes mantivessem contato com os familiares.

“Editamos a visita virtual com o acompanhamento e supervisão da direção do CSE e do Juizado da Infância e Adolescência. Também encaminhamos cartas aos seus familiares, sob a orientação do setor pedagógico da unidade, e foi necessário adequar as atividades internas para que os adolescentes fossem assistidos da melhor forma possível durante este período de pandemia”, frisou.

No caso de impossibilidade de visita presencial da família, a direção do CSE manterá visitas virtuais aos adolescentes, com pelo menos 10 minutos de duração, no mínimo uma vez por semana.

Luiz Valério

Jornalista, escritor, blogueiro e podcaster. Especialista em Comunicação Social e Novas Tecnologias. Profissional de Marketing Digital. Fundador e Editor-chefe do Jornal Roraisul. (Uma ousadia e aventura inesquecível com meu sempre amigo Osmar Morais).

Deixe um comentário