Vigilância Sanitária interditou 12 estabelecimentos no final de semana

You are currently viewing Vigilância Sanitária interditou 12 estabelecimentos no final de semana
Desde a última sexta-feira, 12, a fiscalização foi intensificada em toda a capital como forma de garantir o cumprimento das medidas de segurança, previstas em decreto.

publicidade-ALERR-combate_covid-19

O fim de semana do feriadão prolongado de Carnaval foi considerado tranquilo, segundo informações da Vigilância Sanitária Municipal, responsável por coordenar as ações de fiscalização em toda a capital. Pelo menos 12 estabelecimentos foram interditados pelos fiscais.

Desde a última sexta-feira (12 de fevereiro), as visitas em bares, restaurantes, estabelecimentos em geral, balneários e também igrejas e templos religiosos foram intensificadas como forma de garantir o cumprimento das medidas previstas em decreto.

Ainda de acordo com dados da Vigilância Sanitária Municipal, de sexta-feira,12, à domingo, 14, foram inspecionados um total de 44 estabelecimentos. Destes:

No dia 12: Foram 20 inspeções, 4 notificações, 2 TCO, 1 interdição e 2 autos de infração.
No dia 13: Foram 16 inspeções, 6 interdições, 13 dispersões e 6 autos de infração.
No dia 14: 8 inspeções, 5 interdições, 3 dispersões, 5 autos de infração.

A ação conta ainda com a parceria da Secretaria Municipal de Economia, Planejamento e Finanças, Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente, que recebem suporte de segurança da Guarda Municipal e Polícia Militar.

O chefe de fiscalização da Vigilância Sanitária Municipal, Fernando Matos, afirma que o fim de semana foi considerado relativamente tranquilo, por se tratar de um período festivo e explica quais medidas devem ser adotadas pelos empresários autuados.

“As empresas que foram autuadas devem comparecer à Vigilância Sanitária Municipal para assinatura de um termo de compromisso, na intenção de garantir o cumprimento das medidas estabelecidas em decreto”, disse.

O trabalho de fiscalização continua durante todo o feriado e também após este período de recesso, visto que o Hospital Geral de Roraima (HGR), assim como demais unidades hospitalares de todo o Estado estão com praticamente 100% dos leitos de UTI ocupados.

Denúncias

A população também deve contribuir com o trabalho da Prefeitura, obedecendo as medidas de segurança necessárias para evitar o agravamento da doença em Roraima, atuando também como agente fiscalizador, por meio de denúncias através do número 156.

Entenda o novo decreto

O decreto 017/E, publicado na última quinta-feira, 11, adota novas regras de funcionamento para alguns segmentos como escolas particulares, igrejas, bares e restaurantes, com validade até o dia 28 de fevereiro.

Templos religiosos podem realizar missas e cultos com no máximo 30% da capacidade do local. Estes devem enviar o cronograma semanal de funcionamento à Vigilância Sanitária Municipal através do e-mail devisabv.rr@gmail.com

Até o dia 16 de fevereiro, bares, restaurantes, lanchonetes, pizzarias, conveniências, distribuidoras, sorveterias e similares continuam funcionando com no máximo 30% da sua capacidade, até às 15h, sem consumo de bebidas alcoólicas no local.

De 17 a 28, o horário será estendido para as 20h. Após os horários estabelecidos poderão funcionar apenas na modalidade de delivery e drive-thru, sem a permanência de clientes.

Com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Boa Vista

Luiz Valério

Jornalista, escritor, blogueiro e podcaster. Especialista em Comunicação Social e Novas Tecnologias. Profissional de Marketing Digital. Fundador e Editor-chefe do Jornal Roraisul. (Uma ousadia e aventura inesquecível com meu sempre amigo Osmar Morais).

Deixe um comentário