You are currently viewing Segurança discute participação de venezuelanos em facção criminosa
Segurança discute participação de venezuelanos em facção criminosa

Segurança discute participação de venezuelanos em facção criminosa

Tem se tornado frequente os homicídios envolvendo criminosos de nacionalidade venezuelana. Esse comportamento chamou a atenção da cúpula da segurança pública de Roraima que realizou uma reunião com a embaixadora da Venezuela no Brasil, María Teresa Belandria.

O encontro ocorreu na tarde de quarta-feira, dia 10, na sede da Sesp (Secretaria de Segurança Pública). “Com a intensificação do fluxo migratório desde 2017, onde Roraima tem sido o principal corredor de entrada de imigrantes em território brasileiro, ocasionou um crescimento exponencial das organizações criminosas no Estado”, afirmou o secretário de Segurança Pública, coronel Edison Prola.

Os Departamentos de Inteligência das forças de segurança pública já vêm trabalhando há meses na identificação e localização desses imigrantes que estão ingressando em facções criminosas.

Em julho de 2019, Roraima passou a contar com atuação da FICCO (Força Integrada de Combate ao Crime Organizado) que é coordenada pela Polícia Federal e conta com a participação das Polícias Civil e Militar, Secretarias da Justiça e Cidadania e da Segurança Pública de Roraima.

“O trabalho da FICCO tem ocasionado grandes prejuízos à essas organizações com apreensões de drogas, munições, armamento, além de prisões”, disse o coronel Prola.

Troca de informações

A conversa com a embaixadora Belandria ocorreu com troca de informações importantes e relevantes para o trabalho da inteligência.

“É uma preocupação também da Embaixada esse número de venezuelanos que são cooptados para o crime organizado”, pontou o coronel Prola.

Ele ressaltou que os recentes acontecimentos que resultaram em quatro homicídios, as investigações apontam indícios do envolvimento dos autores e das vítimas com o crime organizado e o garimpo ilegal.

“O Governo do Estado por meio da Secretaria da Segurança Pública reforça o compromisso com a sociedade roraimense e a preocupação em combater ações criminosas”, reforçou o coronel Prola.

Participantes

O encontro teve a participação do comandante- Geral da Polícia Militar, Coronel Francisco Xavier; o delegado-Geral Adjunto, Eduardo Wayner; o comandante-Geral do Corpo de Bombeiros, Coronel Jean Claudio; o chefe da Divisão de Inteligência e Captura da Sejuc, Sub-Tenente Roney Cruz; além de policiais civis e militares dos Departamentos de Inteligência.

Leia mais sobre política no Blog do Luiz Valério

Luiz Valério

Jornalista, escritor, blogueiro e podcaster. Especialista em Comunicação Social e Novas Tecnologias. Profissional de Marketing Digital. Fundador e Editor-chefe do Jornal Roraisul. (Uma ousadia e aventura inesquecível com meu sempre amigo Osmar Morais).

Deixe um comentário