Sábado tem apresentação instrumental do projeto “IBVM Música no Mirante”

You are currently viewing Sábado tem apresentação instrumental do projeto “IBVM Música no Mirante”
Proposta é tornar o ambiente ainda mais agradável aos visitantes por meio da música, com diversos gêneros e estilos. Foto: Richard Messias

Os visitantes do Mirante Edileusa Lóz, localizado no Parque do Rio Branco, vão contar neste sábado, 2, a partir das 17h, com mais uma apresentação do projeto Música no Mirante, uma parceria entre o Instituto Boa Vista de Música (IBVM) e a Fundação de Educação, Turismo, Esporte e Cultura (Fetec). O saxofonista Allan Sagica será o responsável por levar um repertório instrumental com grandes sucessos nacionais e internacionais.

O projeto teve início no último dia 18 e a proposta é que a cada dois sábados um grupo ou artista de um dos projetos do IBVM se apresente, de forma a tornar o ambiente ainda mais agradável aos visitantes do mirante, que atualmente é um dos principais cartões portais de Boa Vista.

“A ideia é levar sempre um grupo musical, de todos os estilos. Na semana retrasada abrimos o projeto com um quinteto de madeiras, com instrumentos como oboé, flauta, clarinete e trompa. E agora, será um saxofonista muito talentoso que compõe a Banda Municipal e que também toca em casas de eventos com um repertório nacional e internacional. Pois queremos envolver tanto a música popular quanto erudita”, explica Beany Cabrera, diretor musical do IBVM.

A A proposta do instituto para o próximo ano é fechar um calendário de apresentações de todos os projetos do IBVM – como Banda Municipal, Orquestra de Câmara, Banda Realce, Banda Infantojuvenil, Orquestra Sinfônica Infantojuvenil, Orquestra de Violões, Canto Coral e Flauta doce – não apenas no mirante, mas também em diversos pontos da cidade, promovendo ainda mais a difusão cultural na capital.

O Mirante – Com 120 metros de altura, é a torre mais alta do Norte – tendo superado, inclusive, a torre localizada no Museu da Amazônia (Musa), em Manaus, que até então ostentava esse título.

O Mirante faz parte da Parque do Rio Branco, obra que transformou a realidade do bairro Caetano Filho, no Centro da Cidade. O local foi inaugurado em 20 de dezembro de 2020.

O nome é uma homenagem à ex-servidora da prefeitura, Edileusa Lóz, que morreu vítima da Covid-19 durante a campanha de 2020, quando concorria como vice-prefeita.

A parte superior do mirante tem 250m² e fica a 93 metros de altura, permitindo uma visão panorâmica de 360° de toda a cidade, contendo ainda um trecho com piso de vidro.

O lugar conta ainda com dois elevadores, sendo um social e um panorâmico. Uma atração à parte é o piso de vidro, que tem capacidade para suportar até 600 kg por m², uma novidade para os boa-vistenses.

Também é possível fazer uma visita virtual ao mirante, através do site da prefeitura, uma ferramenta lançada no dia do aniversário de Boa Vista neste ano, em 9 de julho

Agendamento: As visitas ao mirante são gratuitas e agendadas por um site (https://bit.ly/3uFcAsF). Em razão da pandemia, os grupos ficam restritos a 20 pessoas que ficam no observatório por cerca de 20 minutos. Caso o visitante chegue atrasado, tem direito aos minutos restantes relativos ao seu horário agendado.

Em dias chuvosos, as visitas devem ser suspensas e um novo ingresso deve ser emitido. No caso de chuvas “rápidas”, o visitante pode aguardar 30 minutos para estabilização do clima e liberação do Mirante.

Não é permitido comer ou beber dentro do observatório, deixar crianças desacompanhadas, acessar com animais, exceto cães guia ou animais de apoio emocional.

Luiz Valério

Jornalista, escritor, blogueiro e podcaster. Especialista em Comunicação Social e Novas Tecnologias. Profissional de Marketing Digital. Fundador e Editor-chefe do Jornal Roraisul. (Uma ousadia e aventura inesquecível com meu sempre amigo Osmar Morais).

Deixe um comentário