Prefeitura entrega maquinários e implementos agrícolas para agricultores em Boa Vista

You are currently viewing Prefeitura entrega maquinários e implementos agrícolas para agricultores em Boa Vista
O investimento de mais de R$ 2 milhões vai auxiliar produtores da zona rural e indígena de Boa Vista. Foto: PMBV

A Prefeitura de Boa Vista entregou máquinas e implementos agrícolas a produtores rurais que atuam em áreas produtivas da zona rural e indígena da capital. A entrega aconteceu durante abertura de visitação ao Campo Experimental 2021, localizado na região do Bom Intento e que é uma nova área da prefeitura destinada ao plantio de cultivares.

Foram entregues dois tratores de 210 CVS cada, dois arados, duas calcareadeiras com taxa variável, duas plantadeiras de 15 linhas e sistema de plantio direto e a vácuo, além de duas grades aradoras com disco de 36 polegadas. Os investimentos em torno de R$ 2 milhões, são recursos de emendas do ex-senador Romero Jucá.

São equipamentos de ponta, modernos e de alta tecnologia que ficarão à disposição dos produtores atendidos pela Secretaria Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas (SMAAI). O prefeito Arthur Henrique destacou que os investimentos fortalecem o trabalho já executado pela prefeitura no apoio aos pequenos agricultores.

“Só no ano de 2021, já produzimos em mais de dois mil hectares. Mantivemos o padrão dos últimos anos e conseguimos garantir os recursos para os produtores, mesmo nesse momento desafiador de pandemia. Também ampliamos a produção e, com a entrega dos equipamentos, vamos aumentar a capacidade de assistência técnica que será utilizada direto nas produções dos pequenos agricultores”, ressaltou.

Ainda na ocasião, aconteceu a assinatura do termo de renovação de 12 cautelas de uso dos tratores por associações e cooperativas. O agricultor do polo IV no PA Nova Amazônia, Manoel Farias, representou os demais produtores que utilizam os maquinários na produção de melancia e agradeceu a oportunidade de continuar contando com o apoio da prefeitura.

“Sem o apoio da prefeitura seria impossível plantarmos na região. Mão de obras nós temos, mas precisamos de ajuda. O grupo é composto por 20 pessoas. E com a trator, tiramos da melancia da roça, os demais equipamentos também ajudam na produção. Agora, seguimos em frente com o nosso trabalho”, celebrou.

O secretário de Agricultura e Assuntos Indígenas, Guilherme Adjuto, ressaltou que os produtores podem procurar a SMAAI, localizada na Avenida Ville Roy, nº 6793 – Centro.

“Qualquer produtor que trabalha no município pode nos procurar que nós faremos o possível para atender. Já temos parcerias com associações, cooperativas e grupos de produtores”, ressaltou.

INVESTIMENTOS

Atualmente, 43 maquinários estão disponíveis para os agricultores de Boa Vista. Cerca de 17 comunidades indígenas são atendidas com investimentos da Prefeitura.

Além disso, 500 famílias são beneficiadas pelo Plano de Desenvolvimento ao Agronegócio (PMDA), que desde 2018 já foram investidos quase R$ 5 milhões no agricultor com insumos para o plantio de quase dois mil hectares de milho, soja, feijão, melão, melancia, batata-doce, macaxeira e hortaliças.

Campo Experimental de Boa Vista garante ao produtor rural mais confiança na escolha de sementes

Uma nova área destinada para o plantio de cultivares em Boa Vista atraiu pesquisadores, produtores rurais, técnicos e visitantes. O Campo Experimental,  localizado no Centro de Difusão e Tecnologia (CDT), região do Bom Intento, zona rural da capital impressionou o público, que pôde conhecer as cultivares e suas características.

Os técnicos da Secretaria Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas (SMAAI) apresentaram aos produtores, empresários, agrônomos e visitantes todas as cultivares implantadas no local como: soja, milho, sorgo, capim e girassol. O plantio iniciou em maio deste ano.

Com o Campo Experimental é possível testar cultivares que mais se adaptam as condições climáticas de Roraima. Algumas sementes já foram testadas em 2019 e 2020, agora são avaliados o comportamento e produtividade destas por mais um ano e também a implementação de novos materiais. A partir dos experimentos, os técnicos da SMAAI auxiliam os produtores na escolha e cultivo de sementes com mais rendimento e resistência a pragas e doenças.

O prefeito Arthur Henrique destacou o crescimento da área produtiva em Boa Vista e novos experimentos durante os últimos anos. “Com esse trabalho é possível garantir a aumento da produtividade do agricultor. A prefeitura tem feito investimentos em assistência técnica, tecnologia e recursos, para que os pequenos produtores tenham condições de alcançar melhores produções. Todo esforço da gestão reflete no crescimento da produção que garante a chegada do alimento a mesa das famílias”, destacou Arthur.

O secretário municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas, Guilherme Adjuto, disse que com a experiência do campo, é possível fornecer informações aos pequenos, médio e grande produtores, por meio de dados que serão apresentados no pós colheita da produção que ficarão disponíveis na Secretaria de Agricultura do município para qualquer produtor que queira ter acesso a estas.

“O produtor terá acesso a todas as informações sobre quais materiais se adaptam melhor às condições do nosso estado e qual o mais produtivo. Aqui são feitos vários estudos com plantas diferentes, resistentes a pragas e doenças, por isso é importante dar continuidade a esse trabalho a cada novo ano. É um trabalho que tende a crescer e ajudar cada vez mais os produtores. Os resultados do milho vão ser disponibilizados em meados de outubro, quando ele estará em plena maturação, e quanto a soja, no mês de setembro”, explicou.

O Campo Experimental de Boa Vista foi implantado em 2018, na gestão da ex-prefeita Teresa Surita, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas, para a Agrofest – Festa da Agricultura Familiar, evento que, por conta da pandemia de coronavírus, não pode ocorrer nos últimos dois anos.

PARCERIA

Os materiais utilizados no campo foram fornecidos por grandes empresas multinacionais do ramo de melhoramento genético de sementes, fertilizantes e insumos biológicos, que manifestaram interesse em testar a adaptabilidade destes materiais em Boa Vista. Ao final do experimento, haverá o compartilhamento das informações em um banco de dados consolidado.

O representante da empresa Granterra Insumos Agrícolas, Euclides Balestrin, destacou a importância dessa parceria com a prefeitura para os agricultores e ainda, a qualidade do material oferecido para o experimento. Este trabalho “tem um papel fundamental para o desenvolvimento da agricultura em todo estado”, pontuou.

Luiz Valério

Jornalista, escritor, blogueiro e podcaster. Especialista em Comunicação Social e Novas Tecnologias. Profissional de Marketing Digital. Fundador e Editor-chefe do Jornal Roraisul. (Uma ousadia e aventura inesquecível com meu sempre amigo Osmar Morais).

Deixe um comentário