Prefeita de Caracaraí prorroga decreto com medidas de contenção à Covid-19

You are currently viewing Prefeita de Caracaraí prorroga decreto com medidas de contenção à Covid-19
O novo decreto que igrejas e academias podem funcionar de segunda a sexta-feira até as 19h

A prefeita Diane Coelho (Solidariedade) anunciou, no dia 12 de março, as novas regras estabelecidas no Decreto Municipal que dispõe sobre as medidas de enfrentamento e combate ao Coronavírus. Uma das novas determinações feitas pelo Município é que o serviço de mototáxi passe a trabalhar em regime de escala. As medidas são válidas por 30 dias.

Ao estender os efeitos do Decreto, a gestora também alterou o horário de funcionamento dos estabelecimentos comerciais, que passaram a poder funcionar até as 20h durante a semana e nos finais de semana até as 21hy. Os serviços de delivery podem operar até as 23h.

Têm autorização para funcionar com até 50% da sua capacidade de lotação as academias de ginástica e igrejas, mas com limite de horário para permanecer aberta até as 19h, incluindo finais de semana e feriados.

A prefeita Diane Coelho manteve proibida a realização de eventos públicos e particulares, como festas e aniversários. Segue sob proibição o acesso recreativo a todas as cachoeiras, rios e lagos de Caracaraí, assim como as atividades esportivas nas quadras da sede do Município e vilas e demais espaços públicos.

De igual modo, como medida restritiva de combate ao avanço da Covid-19, continuam suspensos os atendimentos presenciais na sede da Prefeitura de Caracaraí e nas secretariais municipais.

Diane Coelho orienta que a população que precisa dos serviços da administração pública local faça uso dos canais digitais como email, redes sociais e o site oficial da prefeitura: www.caracaraí.gov.br

Luiz Valério

Jornalista, escritor, blogueiro e podcaster. Especialista em Comunicação Social e Novas Tecnologias. Profissional de Marketing Digital. Fundador e Editor-chefe do Jornal Roraisul. (Uma ousadia e aventura inesquecível com meu sempre amigo Osmar Morais).

Deixe um comentário