You are currently viewing Polícia prende caseiro que trabalhava para um dos principais traficantes de São João da Baliza
Os pacotes de droga estavam jogados ao chão dentro de uma área de criação de porcos, atrás da residência

Polícia prende caseiro que trabalhava para um dos principais traficantes de São João da Baliza

Uma ação integrada realizada pelos agentes do SIOP (Setor de Investigação e Operação) da Delegacia de São João da Baliza, agentes do GRT (Grupo de Resposta Tática) e do Grupamento do Canil da Polícia Militar, cumpriram um mandado de Busca e Apreensão em um sítio localizado na área rural do município de São João da Baliza onde foram apreendidas armas, drogas e dinheiro. Uma pessoa foi presa em flagrante. A ação faz parte da Operação Hórus, lançada pelo MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública).Continua depois da publicidade

De acordo com informações do delegado titular da Delegacia de São João da Baliza, Fernando da Cruz, o dono da propriedade M. P. S., vem sendo investigado há aproximadamente um ano, após disparar vários tiros contra um morador do município.

Diante dos fatos, com o aprofundamento das investigações, foi solicitada à Justiça um Mandado de Busca e Apreensão a ser cumprido na residência dele, sendo deferida pela Justiça.

No local estava W.S. A., identificado como o caseiro da propriedade. Foi realizada uma revista no interior da residência, com apoio do cão policial farejador da PM e, a princípio, nada foi encontrado pelo cão.

Em diligência continuada, foram encontradas uma Espingarda calibre 16, que estava presa a um suporte de pregos, na lateral de uma mesa de madeira, sendo protegida por um tapete, com 13 cartuchos não deflagrados, de calibre 16, dois cartuchos não deflagrados de calibre 28, um invólucro contendo uma substância em pó, aparentando ser cocaína e a importância de R$ 390,00.

De acordo com o delegado Fernando da Cruz, o caseiro foi conduzido, juntamente com o material apreendido, até a delegacia do Município e, assim que chegou ao local, recebeu uma mensagem do “patrão” lhe orientando a “esconder a parada”.

“Determinei que os agentes retornassem ao local e fossem feitas novas buscas e W. S., cooperando com a ação policial indicou o local exato onde se encontravam vários invólucros de substância, aparentemente sendo maconha e cocaína, posteriormente confirmados através de exame toxicológico”, disse o delegado.

Os pacotes de droga estavam jogados ao chão dentro de uma área de criação de porcos, atrás da residência. Outros estavam dentro do chiqueiro dos porcos e em um pote de fermento dentro de um ninho de galinha.

Ainda conforme o delegado, também foram apreendidas uma balança de precisão, um caderno com a contabilidade do tráfico relacionado ao caseiro e a seu patrão, além de um Cartucho calibre 28 intacto, um tubo de linha de costura, supostamente utilizado para amarrar a droga e uma caminhonete modelo s-10 utilizado por M. P.

O caseiro era quem pesava, embalava e vendia a droga no local. O patrão dele, além de ser proprietário da droga, também comercializava o produto na cidade de São João da Baliza, utilizando a caminhonete e uma motocicleta, que ainda não foi identificada.

“M. P. é considerado um dos principais traficantes na cidade de São João da Baliza e para não chamar a atenção de suas atividades ilícitas e não levantar suspeitas, ele reside na propriedade rural que dá acesso à vicinal 26, uma das principais rotas do tráfico de drogas no eixo BR-174 e 210” , enfatizou Cruz.

O caseiro foi autuado em flagrante por tráfico e associação para o tráfico e foi encaminhado à Audiência de Custódia.

“As diligências para localizar e prender M. P. da S., continuam sendo realizadas, e a população pode contribuir com a polícia repassando informações para o 190 ou 181, informando, de forma sigilosa, sobre a localização de criminosos”, conclui o delegado.

Luiz Valério

Jornalista, escritor, blogueiro e podcaster. Especialista em Comunicação Social e Novas Tecnologias. Profissional de Marketing Digital. Fundador e Editor-chefe do Jornal Roraisul. (Uma ousadia e aventura inesquecível com meu sempre amigo Osmar Morais).

Deixe um comentário