PF abre inquérito para investigar morte de Yanomami morto atropelado em pista usada para garimpo

You are currently viewing PF abre inquérito para investigar morte de Yanomami morto atropelado em pista usada para garimpo
Foto: arquivo
A Polícia Federal investigará a morte de um jovem Yanomami, de 25 anos, atropelado e morto por avião possivelmente utilizado em garimpo ilegal no dia 28 de julho. A informação foi repassada à Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, pelo diretor-Geral da PF, Paulo Gustavo Maiurino.
Maiurino afirmou que os fatos que chegaram ao conhecimento da Superintendência de Polícia Federal em Roraima levaram à instauração de inquérito policial.
Segundo a denúncia, encaminhada à CDHM pela Deputada Joenia Wapichana (REDE), Edgar Yanomami morreu após supostamente ter sido atropelado por um avião utilizado pelo garimpo ilegal na Comunidade de Homoxi, no interior de Roraima.
O corpo do indígena foi levado à comunidade Yamasipiu, a 15 quilômetros de distância, cerca de uma hora após o atropelamento. Segundo informado à imprensa pelo presidente do Conselho de Saúde Indígena Yanomami e Ye’kuanna (Condisi-YY), Júnior Hekurari Yanomami, os garimpeiros teriam tentado subornar a família da vítima para que o fato não fosse denunciado.
A pista onde ocorreu o atropelamento foi aberta no meio da floresta na década de 80 por garimpeiros. O local ainda é usado pela Secretaria Espacial de Saúde Indígena (Sesai) para levar servidores que atuam no posto da comunidade onde vivem cerca de 250 yanomami.
A Alta Comissária da ONU para Direitos Humanos, Michelle Bachelet, expressou preocupação com direitos humanos no Brasil e afirmou estar alarmada com os recentes ataques contra os povos Yanomami e Munduruku por garimpeiros ilegais.

Luiz Valério

Jornalista, escritor, blogueiro e podcaster. Especialista em Comunicação Social e Novas Tecnologias. Profissional de Marketing Digital. Fundador e Editor-chefe do Jornal Roraisul. (Uma ousadia e aventura inesquecível com meu sempre amigo Osmar Morais).

Deixe um comentário