You are currently viewing Mulheres Vivá segue em combate à pobreza menstrual com novo período de doações
Kits de higiene serão distribuídos para meninas e mulheres em de vulnerabilidade socioeconômica que residam em Boa Vista. Foto: divulgação

Mulheres Vivá segue em combate à pobreza menstrual com novo período de doações

O Projeto Mulheres Vivá iniciou novo período de arrecadação de doações para o combate à pobreza menstrual. A ação de entrega de kits de higiene para meninas e mulheres ocorre no fim do mês de outubro.

Em combate à pobreza menstrual há mais de um ano, a iniciativa visa levar dignidade menstrual para quem não tem condições básicas de superior a menstruação, além de viver em um cenário com falta de água e de saneamento básico.

A pobreza menstrual reflete na ausência de meninas na escola e de mulheres no trabalho, aumentando a desigualdade e falta de oportunidades. Isso é reflexo do tabu da menstruação, que impede que o assunto seja abordado de forma natural e ignorando a situação desse grupo.

“Mesmo com projetos de leis aprovados para distribuição de absorventes no estado, a situação de meninas e mulheres é urgente, por isso continuamos nossas atividades. Além das doações, também ficamos na educação menstrual para que todo esse cenário seja revertido”, explicou a idealizadora do projeto, Ana Paula Lima.

A distribuição de kits, que leva pacotes de absorventes, lenço umedecido, desodorante, papel higiênico, escova de dentes, creme dental e sabonete, alcança diversos pontos da capital e não faz distinção de nacionalidade, atendendo meninas e mulheres brasileiras e estrangeiras.

“O período menstrual não espera e chega todos os meses. São milhares em situação de vulnerabilidade que negligenciam a própria menstruação e recorrem a meios extremos para conter o sangue por não poder arcar com os custos”, complementa.

 Para doar, os interessados podem deixar qualquer quantidade de item de higiene nos pontos:

  • Ternura Flores (Rua Barão do Rio Branco, 262, Centro)
  • OAB Roraima (Avenida Ville Roy, 1830, Caçari)

O projeto também aceita doações em direito através do Pix: projetomulheresviva@gmail.com.

Informações sobre o projeto podem ser encontradas nas redes sociais, no perfil @projetomulheresviva.

Luiz Valério

Jornalista, escritor, blogueiro e podcaster. Especialista em Comunicação Social e Novas Tecnologias. Profissional de Marketing Digital. Fundador e Editor-chefe do Jornal Roraisul. (Uma ousadia e aventura inesquecível com meu sempre amigo Osmar Morais).

Deixe um comentário