You are currently viewing Homem é condenado a 12 anos de prisão por homicídio e violência doméstica em Rorainópolis
Caso ocorreu em dezembro de 2018 no bairro Portelinha, na Vila de Nova Colina. Foto: Google Maps

Homem é condenado a 12 anos de prisão por homicídio e violência doméstica em Rorainópolis

O Tribunal do Júri da Comarca de Rorainópolis condenou nesta terça-feira, 10 de agosto, Douglas Santos de Sousa, a 12 anos de reclusão em regime fechado pelo homicídio qualificado de Sildomar Sousa de Brito e também pelos crimes de ameaça e agressão contra a esposa, Diane da Silva Lima.

O caso ocorreu em dezembro de 2018 no bairro Portelinha, na Vila de Nova Colina, localizada às margens da BR 174, em Rorainópolis. Na ocasião, o réu, após agredir fisicamente Diane na residência do casal, solicitou que Sildomar fosse até local, pois acreditava que a esposa estava gravemente ferida. Ao chegar em casa e ver as duas vítimas conversando, ele foi acometido de ciúme e desferiu vários golpes de facão contra Sildomar, que morreu no local do crime.

Diante dos fatos, a tese sustentada pelo Ministério Público do Estado de Roraima foi integralmente acatada pelos jurados e o réu foi condenado pela prática do crime de homicídio qualificado e por violência doméstica.

Para a Promotora de Justiça Lara Von Held Fagundes, que atuou no Júri, a condenação do réu contribui para afastar a sensação de impunidade e traz para a população o sentimento Justiça.

“A decisão é uma demonstração firme da sociedade de Rorainópolis, consciente da sua responsabilidade, em que mais uma vez prestigiou a defesa da vida e mostrou que não compactua com esse tipo de crime. Além disso, estamos no Agosto Lilás, mês de conscientização contra a violência contra mulher, e é necessário que delitos dessa natureza sejam punidos com o rigor da Lei”, pontuou a Promotora de Justiça.

 

Luiz Valério

Jornalista, escritor, blogueiro e podcaster. Especialista em Comunicação Social e Novas Tecnologias. Profissional de Marketing Digital. Fundador e Editor-chefe do Jornal Roraisul. (Uma ousadia e aventura inesquecível com meu sempre amigo Osmar Morais).

Deixe um comentário