Governo entrega mais de 10 mil mosquiteiros para municípios reforçarem combate à doença

You are currently viewing Governo entrega mais de 10 mil mosquiteiros para municípios reforçarem combate à doença
Entrega de mosquiteiros. Foto: Secom

Ações estratégicas continuam sendo executadas para reforçar o combate à malária em Roraima. Uma das medidas colocadas em prática este mês pelo Governo do Estado é a entrega de mosquiteiros para os municípios. O foco é, por meio do trabalho integrado com as prefeituras, reforçar as ações de combate e reduzir os casos de malária em Roraima. Trata-se de mosquiteiros impregnados com inseticida de longa duração (MILD), materiais de prevenção à malária em áreas de alta transmissão.

Ao todo 10.250 unidades estão sendo entregues pelo NCM (Núcleo Estadual de Controle da Malária), com a distribuição da seguinte forma: Alto Alegre – 1.000, Amajari – 680, Bonfim – 170, Cantá – 980, Caracaraí – 2.240, Caroebe – 300, Mucajai – 920, Normandia – 120, Pacaraima – 90, Rorainópolis – 2.200, São João da Baliza –  1.000, São Luís –  250 e Uiramutã –  300.

De acordo com a gerente do Núcleo de Controle da Malária, Dulcinéia Barros, o envio do item de proteção é resultado da política de gestão entre o MS (Ministério da Saúde), Estados e prefeituras.

“Os mosquiteiros são diretamente instalados nas residências pelos agentes de saúde e recomendamos que as prefeituras façam ações de educação em saúde informando sobre a correta utilização e manutenção adequada dos mosquiteiros, além de sensibilizar a população quanto à importância do uso diário para garantir a proteção contra a mosquito transmissor da malária”, esclareceu.

Conforme o secretário de saúde, Leocádio Vasconcelos, medidas como essa são fundamentais para garantir a redução de casos.

“A malária vem sendo monitorada e nesse momento é preciso avançar e agir de forma mais rigorosa, por isso além do trabalho de acompanhamento realizado pelo nosso núcleo que controla a doença estamos com essa medida para ampliar o cuidado e garantir que possamos reverter os índices da doença”, complementou o secretário.

A distribuição está sendo feita com base no monitoramento epidemiológico da doença, onde dados do IPA (Incidência Parasitária Anual) de malária, mostram que 10 municípios possuem alto risco de transmissão, sendo Alto Alegre, Amajari, Cantá, Caroebe, Iracema, Mucajaí, Pacaraima, Rorainópolis, São João da Baliza e Uiramutã. Já os municípios de Bonfim, Caracaraí e São Luís apresentam médio risco, a capital e Normandia apresentam baixo risco.

“A utilização dos mosquiteiros é uma ferramenta muito importante, de alta eficácia e agora com o recebimento de mais essa quantidade, nós vamos reforçar a proteção nos municípios que já vinham recebendo, para que o controle nas áreas de alto risco de transmissão da malária seja cada vez mais efetivo no nosso estado”, finalizou a gerente do Núcleo.

Luiz Valério

Jornalista, escritor, blogueiro e podcaster. Especialista em Comunicação Social e Novas Tecnologias. Profissional de Marketing Digital. Fundador e Editor-chefe do Jornal Roraisul. (Uma ousadia e aventura inesquecível com meu sempre amigo Osmar Morais).

Deixe um comentário