Etapa final do concurso da PM inicia graças a recursos de emendas parlamentares.
Antonio Denarium destacou que o contingente ampliado vai proporcionar uma segurança de qualidade para a população

Etapa final do concurso da PM inicia graças a recursos de emendas parlamentares.

O presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, deputado Soldado Sampaio (PCdoB), acompanhou na manhã desta segunda-feira, 22, a apresentação dos 400 aprovados no concurso para provimento de vagas de soldados da Polícia Militar de Roraima (PMRR).

O aumento do efetivo, que daqui há seis meses estará atuando nas ruas de todo o Estado, foi possível graças aos recursos destinados pelo Poder Legislativo, que garantiram a continuidade do certame.

“É mais um compromisso cumprido. A convocação desses 400 soldados é um sonho compartilhado por muitas pessoas e essa luta também faz parte da Assembleia Legislativa, faz parte da bancada ligada à segurança pública, da qual me incluo com muito orgulho, e também os dos demais parlamentares”, disse o presidente, parabenizando “os pais e mães de família que ingressam na bela carreira militar”.

O deputado Coronel Chagas (PRTB) destacou que o reforço de 25% na segurança pública vai impedir o aumento da criminalidade, principalmente no interior do estado. “É uma ação importante do governo do Estado buscando recompor o efetivo da Polícia Militar para levar policiamento a todas as localidades e inibir os atos criminosos”.

O governador Antonio Denarium destacou que o contingente ampliado vai proporcionar uma segurança de qualidade para a população. “Um concurso que iniciou em 2018 e o governo com muita austeridade foi cumprindo todas as etapas. Hoje damos início ao curso de formação. Mais de 400 policiais estarão nas ruas, daqui há seis meses, fazendo um policiamento ostensivo”.

Depois de dois anos de estudo e de transpor as quatro fases do concurso, o futuro policial militar Amauri Gomes, não escondia a expectativa pelo início das aulas. “Sentimento de vitória, de dever cumprido. Agora é nos dedicar à formação para contribuir junto à sociedade”.

De acordo com o comandante-geral da PMRR, coronel Francisco Xavier, depois da formação esses policiais serão distribuídos no policiamento da capital e do interior. “O aumento do efetivo será a oportunidade para a gente lançar o programa ‘polícia na rua’, que é uma idealização do governador Antonio Denarium”, disse, ressaltando que a convocação só pode ser realizada “graças à parceria entre a Assembleia e o governo de Roraima”.

O curso que inicia nesta segunda-feira, terá carga horária de 1.150 horas e contará com instrutores civis e militares. A Assembleia Legislativa destinou recursos de emendas parlamentares no Orçamento 2019, para mais investimento em segurança pública e continuidade das fases do certame. A solenidade também contou com a presença do deputado Renato Silva (Republicanos).

Polícia equipada

Além do programa “polícia na rua”, o Governo anunciou a aquisição de 120 viaturas, além de motocicletas, fuzis, pistolas, munição e coletes de proteção, que serão destinados à Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiro Militar de Roraima.

Luiz Valério

Jornalista, escritor, blogueiro e podcaster. Especialista em Comunicação Social e Novas Tecnologias. Profissional de Marketing Digital. Fundador e Editor-chefe do Jornal Roraisul. (Uma ousadia e aventura inesquecível com meu sempre amigo Osmar Morais).

Deixe uma resposta