Escolas de Roraima recebem mais de R$ 3 milhões em recursos de programas federais

You are currently viewing Escolas de Roraima recebem mais de R$ 3 milhões em recursos de programas federais
Os recursos são enviados direto às escolas por meio das Associações de Pais e Mestres. Foto: Seed

As escolas da rede estadual de ensino já receberam juntas em 2021, o montante de R$ 3.381.911,28 em recursos do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) por meio do PDDE (Programa Dinheiro Direto na Escola), incluindo a parcela do PDDE Básico Emergencial, exclusivo para o enfrentamento da Covid-19 e preparação para retorno às aulas presenciais.

Os recursos são enviados direto às escolas por meio das APMs (Associação de Pais e Mestres). Para receber o recurso, as associações precisam estar com a prestação de contas em dia e com o cadastro atualizado no Sistema PDDEweb.  Atualmente, a rede possui 192 APMs e 119 se encontram adimplentes.

Além do PDDE Básico Emergencial, as escolas receberam recursos de outros programas federais, como Escola Acessível; Programa Água e Esgotamento Sanitário na Escola; Escola do Campo e Sala de Recurso Multifuncional. Ao todo, 67.844 alunos devem ser beneficiados.

Os valores recebidos por escola variam entre R$ 7 mil a R$ 169 mil, conforme a quantidade de alunos e devem ser aplicados observando os critérios estabelecidos por cada programa, com atenção especial à prestação de contas de todos os gastos.

De acordo com a diretora do DEPE (Departamento de Desenvolvimento de Políticas Educacionais) da Seed (Secretaria de Educação e Desporto), Maria Aparecida, cabe a cada escola elaborar estratégias que solucionem as fragilidades que possuem e utilizar esse financiamento para saná-las.

“Esse recurso vem por meio de uma análise que o MEC (Ministério da Educação) faz das escolas com todas as informações que contém no Censo Escolar. Então ele verifica quais as fragilidades da unidade de ensino e a situa dentro de um programa”, ressalta.

Em 2020, parcelas do PDDE Emergencial foram antecipadas

No ano passado, as escolas receberam juntas o montante de R$ 2,1 milhões referentes a duas parcelas do PDDE Emergencial, para auxiliar as instituições de ensino no combate e enfrentamento da Covid-19.

A Escola Estadual Cívico Militar Fagundes Varela, que atende 1.170 estudantes no bairro Nova Cidade, foi uma das instituições contempladas. A unidade recebeu o valor de R$ 24 mil.

Segundo a gestora da unidade, Sinésia Pereira, o recurso foi investido na aquisição de itens essenciais no enfrentamento da pandemia, como dispenser para álcool em gel, sabonete líquido, termômetros, panfletos informativos, EPI (equipamento de Proteção Individual), protetores faciais, álcool em gel e líquido, pulverizador costal, instalação de pias, entre outros.

“Esse investimento é essencial para que possamos receber nossos alunos, no retorno das aulas presenciais, com segurança. Também vamos entregar a cada estudante um kit com máscaras de proteção, álcool em gel e panfletos informativos. Estamos todos muito ansiosos para que isso aconteça logo”, disse Sinésia.

Luiz Valério

Jornalista, escritor, blogueiro e podcaster. Especialista em Comunicação Social e Novas Tecnologias. Profissional de Marketing Digital. Fundador e Editor-chefe do Jornal Roraisul. (Uma ousadia e aventura inesquecível com meu sempre amigo Osmar Morais).

Deixe um comentário