Diretoria da AMR diz que Alto Alegre e Mucajaí tiveram serviços suspensos por inadimplência

You are currently viewing Diretoria da AMR diz que Alto Alegre e Mucajaí tiveram serviços suspensos por inadimplência
A diretoria da Associação dos Municípios de Roraima diz que Alto Alegre e Mucajaí tiveram os serviços cortados por inadimplência

As alegações apresentadas pelos prefeitos de Alto Alegre e Mucajaí para se desligarem da Associação dos Municípios de Roraima (AMR) foram rebatidas pela direção da entidade. Em nota, o presidente da AMR, Joner Chagas, prefeito de Bonfim, diz que a Associação “é uma instituição plural, apartidária, pautada no fortalecimento das cidades”.

Conforme a nota de esclarecimento, os municípios de Alto Alegre e Mucajaí tiveram os serviços ofertados pela AMR suspensos porque estão inadimplentes há quatro meses.

“A AMR depende das contribuições para pagar suas despesas com aluguel, funcionários e manutenção do Diário Oficial dos Municípios. Infelizmente, Alto Alegre e Mucajaí estão inadimplentes há quatro meses e tiveram os serviços suspensos. Quando as dívidas forem regularizadas, os serviços serão restabelecidos”.

A nota enviada ao Blog diz ainda que “a atual gestão mantém as portas abertas, colocando-se sempre à disposição de seus associados para o diálogo junto aos órgãos governamentais”.

Conforme a direção da Associação dos Municípios, a entidade também oferta serviços imprescindíveis para a transparência dos municípios, como é o caso das publicações no Diário Oficial dos Municípios (DOM).

Luiz Valério

Jornalista, escritor, blogueiro e podcaster. Especialista em Comunicação Social e Novas Tecnologias. Profissional de Marketing Digital. Fundador e Editor-chefe do Jornal Roraisul. (Uma ousadia e aventura inesquecível com meu sempre amigo Osmar Morais).

Deixe um comentário