You are currently viewing CAER: 52 anos prestando serviço aos roraimenses
A Companhia de Aguas e Esgotos de Roraima está há mais de 5 décadas servindo ao povo roraimense

CAER: 52 anos prestando serviço aos roraimenses

Nesta quinta-feira (4) de março, a Companhia de Água e Esgotos de Roraima completa 52 anos de atividade. De lá para cá, os investimentos contribuíram para o avanço da rede de tratamento e distribuição de água, bem como as obras de saneamento básico que ao final da quarta etapa, deixará Boa Vista com 90% de cobertura de esgoto sanitário.

Para James Serrador, presidente da Companhia, nesses 52 anos de história, a Caer tem sido motivo de orgulho para sociedade roraimense, pois hoje trata-se de uma empresa consolidada, que garante a população de Boa Vista, e de todo o Estado, o fornecimento de água potável e o tratamento de esgoto.

“Para nós, que estamos à frente dessa Companhia sabemos que nossa responsabilidade de zelar por essa Empresa que é do estado, e de todos nós. Atualmente, a Companhia pratica a terceira menor tarifa de água do país, e fornece uma água de qualidade, que é um patrimônio desse estado e deve ser preservada e administrada de maneira eficiente, trabalhando em prol da sociedade. Então, nos sentimos muito gratificados e honrados por participar dessa gestão,  redobrando a responsabilidade de continuar prestando um serviço de excelência à sociedade roraimense”, disse James.

Nos últimos anos, a Companhia vem passando por reformulação administrativa e operacional para atender melhor a população. A diretoria da Empresa tem implantado melhorias em todos os municípios de Roraima, desde a reforma nos escritórios de atendimento, revitalização das estações de tratamento, perfuração de poços artesianos e execução de obras de extensão de rede.

A Companhia vem buscando universalizar o fornecimento de água tratada para atender 100% da população e para isso, já foi investido R$ 5 milhões de recursos próprios na perfuração de poços artesianos na Capital e no interior do Estado.

Em Boa Vista, mais 10 poços estão atendendo aos bairros da Cidade, que somados ao Centro de Captação do Rio Branco e aos poços que já estavam ativos, a empresa tem 68 poços em operação.

No interior do Estado, dez poços foram perfurados para atender aos municípios de Amajari, Pacaraima, Uiramutã, Mucajaí, Iracema e Cantá.

Somado a isso, a expansão de rede nos dois últimos anos tem reforçado o abastecimento na capital e no interior. De janeiro de 2019 a janeiro de 2021, foram realizados mais de 6km de expansão de rede de água (6.690 metros) incluindo a área rural, como a vila Passarão. Atualmente, a Caer dispõe de 1.117.537 metros de rede em toda a área que abrange o município de Boa Vista.

No interior, foram executados neste mesmo período mais de 10km (10.680 metros) de expansão de rede de água nos municípios de Bonfim, Mucajaí, Pacaraima, Rorainópolis, Caroebe, Cantá, Amajari e Iracema todas nas sedes dos municípios.

Em Pacaraima, a Caer investiu R$ 295 mil de recursos próprios na reforma de toda a estrutura da unidade e mais R$ 300 mil na modernização o sistema de abastecimento de água de São João da Baliza, com melhorias no escritório da empresa, reforma na casa de química e na estação de tratamento de água. Em São Luiz, serão investidos R$ 650 mil, também de recursos próprios, na construção da sede administrativa, construção da casa de máquinas e recuperação do reservatório elevado e do reservatório apoiado.

ESGOTO SANITÁRIO

A quarta etapa de esgotamento sanitário foi concluída e em breve começa a ser administrada totalmente pela Caer.

Orçada em R$ 135 milhões, a execução foi possível via convênio com o Ministério das Cidades. A obra vai beneficiar mais de 100 mil moradores de oito bairros da zona oeste e, deixará a capital Boa Vista com cobertura de 90% de esgotamento sanitário.

Meta para 2021 é reduzir perdas

Em 2021, o desafio da Caer é a redução de perdas que trazem impactos negativos para a receita e prejudica os investimentos necessários. Para que isso ocorra medidas estão sendo adotadas, como fiscalização das ligações irregulares e ligações clandestinas, instalação de hidrômetros, reforço na política de cobrança (com ênfase para os inadimplentes) e supressão (corte), garantindo assim a boa prestação do serviço a todos os roraimenses.

Para que essa redução nas perdas ocorra de forma mais efetiva, a Companhia adquiriu 45 mil hidrômetros que serão instalados em novas ligações de água e utilizados também para substituição de equipamentos defeituosos que não tenham mais conserto ou que foram furtados das residências.

Também foram substituídas as bombas do Centro de Captação, localizado no Bairro São Pedro, para reforçar a produção diária de água potável na capital. Cada bomba instalada no centro tem capacidade de captação de 450 litros por segundo e tem potência de 300 CV.

Nos 11 CRDs (Centros de Reservação e Distribuição) da Capital, foram instaladas bombas de maior capacidade de vazão para aumentar o bombeamento e levar mais água aos bairros. Além disso, a Caer inaugurou o CRD do bairro Cidade Satélite, beneficiando 40 mil pessoas.

A Empresa iniciou em janeiro a regularização cadastral de ligações de água dos moradores em Boa Vista, começando pelo bairro Jardim Tropical e o mesmo trabalho começou a ser realizado nos municípios do interior. O objetivo da ação é regularizar junto à rede de distribuição o maior número de residências possível, de forma padronizada. Serão cadastrados todos os imóveis que mantêm ligações irregulares ou que não possuem ligação de água e instalação de hidrômetros.

As informações são da Ascom da CAER

Luiz Valério

Jornalista, escritor, blogueiro e podcaster. Especialista em Comunicação Social e Novas Tecnologias. Profissional de Marketing Digital. Fundador e Editor-chefe do Jornal Roraisul. (Uma ousadia e aventura inesquecível com meu sempre amigo Osmar Morais).

Deixe um comentário